sábado, 20 de novembro de 2010

E no Dia da Consciência Negra...

Essa charge era pra ter sido publicada no jornal Alô Aló, - periódico dos estudantes do alojamento estudantil da UFRJ. 

O jornal estava para sair desde agosto, mês em que a UFRJ optou pela proposta da reitoria de implantar provisoriamente o sistema de cotas sociais vinculadas ao ENEM

Na ocasião, setores do movimento estudantil e do movimento negro defenderam arduamente a implementação das cotas raciais na universidade.

2 comentários:

PL disse...

Hahahaha

Tarcizio disse...

Cotas sociais sim, raciais não. A maioria pobre é negra, mas não é a totalidade.
E os brancos que nascem pobres e estudam em escolas públicas?
Não são também prejudicados por serem pobres? Ou não teriam direito à cota só por serem brancos?