quinta-feira, 30 de dezembro de 2010

Jorge de Salles, foi uma honra conhecê-lo


Já era um grande admirador da obra de Jorge de Salles anos antes de conhecê-lo. Sempre achei sensacional a forma como ele trabalhava a aquarela e ecoline em suas ilustrações, técnicas com as quais só fui ter contato de verdade na Escola de Belas Artes da UFRJ.


Há cerca de quatro anos atrás, quando a expressão "cartunista profissional" começou a fazer algum sentido pra mim, descobri que o Jorge foi ninguém menos que o criador do Salão Carioca de Humor, cuja primeira edição aconteceu na Laura Alvim, em 1988. O Humor Gráfico do Rio de Janeiro deve muito a Jorge de Salles por isso.


No dia 2 de março desse ano tive o privilégio de conhecê-lo pessoalmente no Centro Cultural da Justiça Federal, a propósito da Exposição de Arte Muito Especial, de sua curadoria, mostra que reuniu obras de arte feitas por jovens artistas com necessidades especiais, entre pintores, desenhistas e escultores.


Jorge de Salles faleceu aos 60 anos, em 2 de novembro de 2010, durante uma de suas tantas internações em razão de complicações em sua saúde, deixando um importante acervo com vários originais de J. Carlos, Mendes, Nássara, entre outros importantes nomes da História do Desenho de Humor do país. Foi curador também de mais de cem outras exposições, recentemente tendo nos presenteado com a exposição "Nássara 100 Anos".


Parafraseando o próprio Nássara, em uma entrevista que concedeu há muitos anos ao cartunista Amorim, "Jorge de Salles é o maior agitador cultural deste país. E tenho dito!"

4 comentários:

Camile Carvalho disse...

Continue escrevendo! Adorei o post, e parabéns por conhecê-lo.

Um grande beijo =)

Zé Roberto Graúna disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Zé Roberto Graúna disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Nei Lima disse...

Que foto bacana, mô amiguim Dieguim!
E texto também tá muito bom. Cê leva jeito, hein!

Abração!