quarta-feira, 13 de maio de 2009

Só na boa vida...


Essa é uma charge editorial que fiz esse mês para o jornal Opinião Sindical, do Sind-Justiça-RJ. E hoje é o aniversário de 200 anos da PM. Pura coicidência.

"Enquanto o Rio de Janeiro continua vivendo sua guerra civil particular, ficam para as calendas as promessas de que polícia é para o cidadão. Desde setembro do ano passado, quando foi publicado no Diário Oficial do Estado decreto-lei de autoria do presidente da ALERJ, Jorge Picciani (PMDB), garantindo o retorno às suas corporações de algo em torno de dois mil policiais militares, civis e bombeiros, até o momento nada aconteceu. Só blefe, pelo jeito (...) No mês de fevereiro passado, o falastrão governador, diante das reclamações com a constante violência no Estado, publicou o decreto 41.687, determinando o retorno dos agentes, caso os órgãos não arcassem com suas despesas."

Fonte: Jornal Opinião Sindical, impresso de Maio.

4 comentários:

Denis Mello disse...

E aê meu chapa!
Te admiro muito.

Primeiro, pela dedicação e garra que vejo em você, com relação a tudo o que faz. PQP, tu é muito guerreiro cara, e acho que se todo o artista fosse assim, teriamos muito mais talentos por aí.

Segundo, você é um cara que soube se inserir nos meis certos, corrend atrás do que quer da maneira correta. Até que ta meio ligada a primeira, mas enfim...

Além disso, o mais importante: Seu trabalho é super bacana. Acho que você tem ótimas sacadas. Acompanho o blog, com prazer, porque dou risada quando faz coisas engraçadas, e reflito, quando faz coisas pra refletir... E FAÇO OS DOIS QUANDO FAZ COISAS PRA RISADAS E REFLEXÕES!

Boa sorte na sua trajetória e...

VAMO QUE VAMO!

Abraços!

andré abreu disse...

fala Diego!! gostei dos trabalhos!!
legal
abs

Márcio Diemer disse...

Opa Diego! Gostei meu velho! Depois diz que não leva jeito?? Como? hehhee...Dedão na ferida!! Abraços

Diego Novaes disse...

Denis, André e Diemer, só tenho a agradecer! A coisa mais importante que um artista - qualquer artista - deseja é reconhecimento pelo seu trabalho.

Tá valendo o esforço, vou tocando o barco por aqui, podexá, meus camaradas!

Abraço a todos e valeu pela força!